quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Microcontos: oficina de escrita

Objetivo:

Compreender as principais características do microconto.
Trabalhar a leitura e compreensão do texto, fazendo com que o leitor construa o sentido do texto a partir de um pequeno trecho narrativo.
Reconhecer alguns recursos linguísticos utilizadas para produção de um microconto.Produzir microcontos a partir de diversas estratégias.
Links para os conteúdos sugeridos neste plano estão disponíveis na aba Saiba Mais.
Conteúdos:
Microconto;
Compreensão de Texto;
Recursos Linguísticos;
Estratégias Textuais;

1ª Etapa:Preparação

Realizar oficinas de escrita para estimular os alunos a produzirem e revisarem textos é muito importante na aprendizagem de Língua Portuguesa. Para escrever bem um determinado gênero de texto é preciso ler bons textos deste gênero e compreender suas principais características.
A sequência didática apresenta situações de leitura e compreensão de texto e a explicitação das principais características dos microcontos. Aqui a ênfase é dada à produção, a partir de diferentes estratégias, para que os alunos possam aprofundar seu conhecimento e também utilizar alguns recursos próprios deste gênero em suas produções. 

2ª Etapa:Apresentação do Microconto como um tipo de texto, e planejamento das etapas de produção

Retome com os alunos o que é microconto e quais as principais características deste tipo de texto. Na aba “Para organizar o trabalho e saber mais” há sugestões de vários sites que trazem informações importantes sobre a origem e a definição do microconto.
Faça a leitura e a compreensão do texto de alguns.
Combine com o grupo que vocês farão várias oficinas de escrita, para aprimorar a produção de texto e aprender a escrever microcontos com a finalidade de publicá-los num blog ou postá-lo numa página de uma rede social.
Planeje com os alunos quais serão as etapas e quando as realizarão para que fiquem mais motivados e contribuam com ideias para a finalização do projeto.

3ª Etapa:Produção de Microconto a partir de um Microconto dado

Microconto, esclarecendo possíveis dúvidas em relação ao vocabulário ou ao contexto e partam para discussão da narrativa propriamente dita. O que ela sugere? O que conseguimos inferir do microconto? O que podemos acrescentar?
Apresente o microconto de Cíntia Moscovich, pubicado no livro OS CEM MENORES CONTOS BRASILEIROS DO SÉCULO, de Freire.
“Uma vida inteira pela frente.O tiro veio por trás”
Depois da discussão, proponha uma situação de produção de texto.
Os alunos criarão microcontos a partir da estrutura dada, mantendo algumas palavras e alterando, outras, de maneira que produza o mesmo efeito, porém num outro contexto.
Comece com um exemplo:
“As férias inteiras pela frente...
Promova uma discussão com grupo, fazendo com que falem sobre coisas que poderiam impedir do aluno ou qualquer pessoa de desfrutar de suas férias. O que poderia acontecer? O que causaria um efeito tão forte quando o do microconto de Cíntia Moscovich. Como as crianças ainda são pequenas, é preciso fazer com que escrevam sobre suas experiências. Muitos microcontos tornam-se de difícil compreensão, pois tratam de temas que elas ainda não conhecem.
Dê sugestões de conflitos, como por exemplo: 
“As férias inteiras pela frente. Uma perna quebrada no jogo de futebol.” Ou “As férias inteiras pela frente. Recuperação de três matérias. Exame no final de janeiro.”
Outro microconto a ser discutido e recriado pelos alunos:
“Com o dinheiro do sequestro, fundaram um asilo para velhinhos.”
Aqui a ideia é que a partir de uma ação eticamente questionável, ou uma contravenção, chega-se a uma ação positiva. Uma ação negativa causa uma reação positiva.
Sugestões:
“Com o dinheiro do assalto, criaram uma creche para bebês abandonados.”

4ª Etapa:Produção de Microconto a partir de uma notícia de jornal

Como o microconto tem o poder de causar um grande impacto no leitor, pode ser comparado ao efeito que algumas manchetes de jornal produzem. Veja a análise de Marcelo Spalding:
“Paulino, em obra didática publicada no Brasil, dedica um capítulo ao miniconto
enquanto gênero, definindo-o como “um tipo de narrativa que tenta a economia máxima de
recursos para obter também o máximo de expressividade, o que resulta num impacto
instantâneo sobre o leitor” (2001, p. 137). Para a autora, a rapidez da narrativa lembra o modo
como um jornal trata as maiores tragédias, apresentando-as como fato corriqueiro.”
 
A próxima estratégia para produção de microcontos será a partir de notícias de jornal.
Você pode fazer um levantamento de notícias recentes que tomaram grande espaço nos jornais, como fenômenos naturais, grandes acidentes, enchentes, enfim, situações reais que são reduzidas a uma frase de impacto na manchete.
 
Desastres naturais mataram quase 30 mil pessoas em 2011
Fonte: Folha de São Paulo, dia 19 de janeiro de 2012.
 
Discuta com o grupo como poderiam escrever microconto baseados nesta informação. Não são  necessárias muitas informações, pois o texto deve ser conciso e contar uma história. Assim como a manchete, poucas palavras precisam expressar uma ideia. Só que a manchete do jornal tem outra função comunicativa, informar um fato que aconteceu. Cuide para que não mudem o foco e compreendam as diferentes funções: narrar e relatar.
 
Outra possibilidade:
 
Enchente em Rio Branco deixa 3.299 casas submersas
Fonte: Folha de São Paulo, 26 de fevereiro de 2012.
Ou ainda é possível pegar os posts no Twitter de jornais de referência de sua cidade. Os textos são bem curtos e tratam de assuntos do dia-a-dia.

5ª Etapa:Produção de Microconto que apresente uma sucessão de acontecimentos, utilizando a repetição de palavras e expressões

Inicialmente faça a leitura  e compreensão do texto do microconto Valeu a Pena, de Nelinho (postado em 5 de maio de 2012, no site http://www.recantodasletras.com.br/microcontos/ ) Promova a participação de todos e  a ampliação das ideias contidas na narrativa.
VALEU A PENA!
Plantou. Isso foi seu grande ato de coragem. Cuidou, sofreu a expectativa e as intempéries. Isso foi seu grande ato de perseverança. Colheu. Não exatamente como sonhou. Isso foi o seu maior aprendizado. Contudo, disse afinal: Valeu a pena!
Na compreensão do texto, faça com que os alunos observem a repetição de linguagem para causar o efeito de sucessão. Proponha que pensem em situações em que tenham passado por muitas etapas (ações), que tenham tido algum tipo de problema (obstáculos) para realização de algo, mas valeu a pena.
Por exemplo:
Um menino ganha o ingresso para assistir no estádio uma partida de futebol do seu time. Espera o dia do jogo. Arruma-se, pega ônibus, anda, chega ao estádio. Cai uma chuva muito forte, o time empata 0 a 0. Valeu a pena! 
Mostre outras situações em que a repetição é mostrada como um recurso para criação do microconto e sugira reescritas a partir destes modelos. 
“Ele, quase rico; ela, quase bonita. Foram quase felizes.” (Maria Fernanda)
“Pensou em pedir a mão mas preferiu pedir a conta.” (Marcos Apyus)

fonte: